Início Windows 10 Atualização do Edge de 14 de fevereiro remove o Internet Explorer. Tire...

Atualização do Edge de 14 de fevereiro remove o Internet Explorer. Tire suas dúvidas.

935
0

O título desse post não é exagero. Os profissionais da área de TI sabem muito bem o que estou dizendo.

Esse post tem como objetivo esclarecer todos os pontos relacionados a este “evento” do dia 14 de fevereiro de 2023, que com certeza trará consequências em muitas empresas que utilizam aplicações legadas.

O Internet Explorer possui 27 anos de existência. Há muitos anos que ouvimos que o fim dele estava chegando, e parece que agora é um caminho sem volta.

Muitas dúvidas, questionamentos e medo rondam as empresas, pois nós profissionais da área de TI sabemos muito bem que muitas aplicações antigas dependem nativamente do internet explorer. Fiz um compilado de perguntas e respostas pra tentar ajuda-los sobre esse tema. Vamos lá:

  1. Quando será removido?
    R: Em 14 de fevereiro de 2023.

  2. Como será realizada essa remoção?
    R:
    Através de um atualização do Microsoft Edge. Em um primeiro momento seria via patche tuesday do próprio Windows, mas fizeram essa mudança de estratégia em dezembro.

  3. Tem possibilidade de ser adiado?
    R: De acordo com os últimos contatos que fiz com conhecidos da Microsoft, a resposta é não.

  4. Tenho uma aplicação que não depende nativamente do IE, mas roda em modo de compatibilidade. Serei impactado?
    R:
    Não. Você pode usar o IE mode, que possibilita rodar alguns sites no Microsoft Edge em modo de compatibilidade com o Internet Explorer. É possível também utilizar em conjunto com o enterprise mode.
    Abaixo eu compartilho dois links importantes pra conhecer esses recursos:
    IE Mode: https://learn.microsoft.com/pt-br/deployedge/edge-ie-mode
    Enterprise Mode: https://learn.microsoft.com/pt-br/internet-explorer/ie11-deploy-guide/turn-on-enterprise-mode-and-use-a-site-list
    Você profissional de TI, leia com atenção, você irá precisar 😔

  5. O modo IE será descontinuado em breve também?
    R:
    Não. No momento que escrevo esse artigo, a informação que se tem é que o modo IE terá suporte até 2029.

  6. Como identifico se uma página está aberto no modo IE no Microsoft Edge?
    R:
    Simple. Ao lado da barra de endereços onde aparece a URL do site, aparecerá um ícone do Internet Explorer conforme imagem abaixo:

  7. Minha aplicação é totalmente dependente do Internet Explorer, serei impacto?
    R:
    Sim. Caso atualize o Microsoft Edge em 14 de fevereiro, sua aplicação ficará inacessível, pois o Internet Explorer será removido.

  8. Tem algum ajuste, solução técnica alternativa ou “gambiarra” para se livrar disso?
    R:
    Tecnicamente sim. Não instalar a atualização do Microsoft Edge, mas lembre-se que junto com a atualização vem correções de problemas e de vulnerabilidades de segurança. Não é recomendado ignorar qualquer tipo de atualização de segurança.
    Caso queira correr esse risco, um caminho será desabilitar as atualizações automáticas do Microsoft Edge, mas, caso essas atualizações sejam entregues por um gerenciador de endpoints (tipo wsus, sccm ou outros), você deve procurar a equipe que gerencia esse serviço, bem como alinhar com a área de Cyber Security da sua empresa.
    Segue um artigo de como desabilitar as atualizações: https://www.webnots.com/how-to-stop-automatic-microsoft-edge-update

  9. O ícone do Internet Explorer será removido?
    R:
    Sim.

  10. Quais versões de Windows serão afetadas com essa atualização?
    R:
    Embora oficialmente retirado de várias versões do Windows 10 no canal de manutenção do canal semestral e não seja fornecido com o Windows 11, o IE11 ainda estará disponível no Windows 7 ESU, Windows 8.1 e versões de cliente Windows 10 LTSC, IoT e Server.
    O navegador continuará recebendo suporte técnico e atualizações de segurança em sistemas que executam essas versões do Windows durante o ciclo de vida da versão do Windows em que é executado.

Bom, por enquanto é isso, mas tenho certeza que esse artigo sofrerá algumas atualizações no decorrer das próximas semanas.

Como tudo na vida, sempre temos o lado ruim e o lado bom.
Lado ruim: Sempre gera algum impacto em alguma aplicação antiga.
Lado bom: Força os desenvolvedores a atualizarem as aplicações, tirando a responsabilidade da infraestrutura ter que criar uma solução de contorno.

Com união, diálogo, organização, planejamento e uma boa sinergia, é possível superar mais esse desafio 😊

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui